• Convenção Florais de Anura 2019

    Ao longo dos anos a nossa família cresceu e chegou a hora de nos reunirmos para harmonizar nossos objetivos e para conhecer e partilhar novas formas de utilização dos Florais de Anura. Estar bem no momento presente nos prepara para um futuro melhor e este futuro acontece dentro de si, dentro de todos nós. A 1ª Convenção dos Florais de Anura pretende trazer-lhe (ou lembrar-lhe) um mundo novo, com novos paradigmas para que cada um de nós possa expressar o que de melhor tem em si, em alinhamento com o bem comum. Visite o site da Convenção Florais de Anura 2019 em: https://convencao2019.caminhosdeanura.com/

  • A Felicidade e… os Florais de Anura

    A Felicidade é coisa pouca na vida humana, para não dizer coisa nenhuma, para muitos seres humanos. Muitas são as definições para esse estado, que não se sabe se é de alma ou de corpo. Para cada individuo, essa noção varia abismalmente, o que só pode querer dizer que urge esclarecer bem o que é a…felicidade. A Felicidade da personalidade é feita de pequenos e grandes momentos, em que o ego se sente bem, em que a vida corre bem, em que há estados de profunda exaltação, alegria e prazer. São efémeros, pois nunca duram muito e, tarde ou cedo, o bioritmo da vida faz-se sentir, provocando uma curva descendente…

  • Divisão Profunda

    A Divisão Profunda

    Num amanhecer radioso, as almas despertam ao som dos tambores ocultos da Terra e dos Cânticos inaudíveis do Cosmo. Estão alinhados, tambores e cânticos, através da energia da Mãe Divina. Acordam as almas, relembrando-lhes quem são. Toda a criação fica em suspenso, na Terra, pois sabem que a hora suprema da grande viragem se está a aproximar. Há muitos seres que na Terra se lembram, ainda, do Canto da Mãe Divina nos seus corpos. A sua dor é profunda, asilados da Energia Maior; mas a sua alegria não tem limites, pois conhecem o caminho de volta ao Regaço da Deusa. Sabem que, por fim, o tempo das trevas vai começar…

  • Lutar contra a corrente ou a dinâmica da infelicidade

    Não vale a pena lutar contra a corrente que a vida impõe. Ouve-se amiúde as frases de “deixar fluir”, “era porque tinha que ser”, “está tudo certo”, principalmente nas redes sociais que estão impregnadas de frases feitas e vivências ilusórias que nunca existiram. Como uma montra, engalana-se a vida e as gentes, vendendo-se bem-estar, sucesso, beleza e felicidade. Tarde ou cedo, a vida real bate à porta e testa até ao átomo todas as construções idealizadas de cada uma das pessoas. Fica o que é verdadeiro, essencial, frutuoso e importante, após se ter passado o teste.

  • A insustentável leveza do mundo

    Arrastamos um peso, presos a uma profunda ilusão do que pensamos que é a vida e do que deveria ser, do que temos direito e do que nos falta, do que queríamos ser e parecer e, acima de tudo, do medo que temos de perder o que nunca tivemos. A insatisfação e o medo reinam nas células dos nossos corpos, fruto dos pensamentos inconscientes e das emoções profundas do ser, que regra geral calamos e não olhamos. É a porta aberta da desarmonia do corpo. Esse é o peso que carregamos. Como formadora de Terapeutas de Florais de Anura, deveria dizer-vos que eu não vivo essa situação e que estou…